marinaA ex-senadora Marina Silva, pré-candidata à presidência da República nas eleições de 2014, já tem partido para concorrer no pleito do ano que vem, caso não consiga criar a “Rede” a tempo.
O presidente do Partido Ecológico Nacional (PEN), Adilson Barroso, ofereceu a legenda e o comando da sigla à ex-ministra.
Marina e Barroso voltarão a conversar no dia 25 de setembro.
Até lá, ela vai aguardar pela decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), de homologar ou não a criação da Rede.
Já o PEN, que tem como principais bandeiras a ecologia e o desenvolvimento sustentável, surgiu a partir de um grupo de dissidentes do Partido Verde (PV). Representado pelo número “51”, foi fundado em 19 de junho de 2012, quando foi deferido pelo TSE.