canes
Segundo informações do site Bahia Notícias, o secretário municipal de Obras e Transportes do município de Canavieiras, Almir Melo Jr, acusa o ex-prefeito Zairo Loureiro (DEM) de não prestar contas de recursos aplicados na construção de uma unidade escolar no município do sul baiano, obra orçada em aproximadamente R$ 1,3 bilhão, não concluída.
Filho do prefeito Almir Melo (PMDB), o titular disse ao site que o ex-gestor municipal pagou R$ 452 mil a mais à Cenneg Construtora, que deu a obra como encerrada.
Segundo o secretário, entre as irregularidades estão a colocação de mato no lugar de grama esmeralda – pela qual se pagou mais de R$ 16 mil – e a instalação de um reservatório de 15 mil litros de bloco cerâmico, cujo custo era de R$ 65 mil para ser construído em concreto estrutural.
Em junho deste ano, um representante do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) observou a situação da creche escola tipo B, localizada no bairro Sócrates Rezende.
Em vistoria, o engenheiro Abrão Carlos Yunes, do Ministério da Educação, apontou que somente 65% da obra foi, de fato, realizada.