Assembleia da última sexta recusou proposta do prefeito. Foto: Fábio Bonfim-Ilhéus 24h.

Assembleia da última sexta recusou proposta do prefeito. Foto: Fábio Bonfim-Ilhéus 24h.

O prefeito Jabes Ribeiro retorna nesta segunda (19), às 10h, ao Palácio Paranaguá, de onde sumiu desde que o Reúne Ilhéus montou acampamento em frente.
A volta de JR ao seu local de trabalho tem um motivo: reunião com os sindicatos de servidores grevistas, mediada por deputados.
Na conversa, os sindicatos devem ratificar que abrem mão do reajuste salarial, mas manterão a exigência de repor o que foi levado pela inflação.
Além de não reivindicar o reajuste, os servidores apresentarão proposta de parcelamento da reposição retroativo à data base da categoria e de negociar posteriormente a quitação dessas parcelas.
As categorias também vão comunicar ao prefeito que rejeitaram a proposta de retornar ao trabalho para depois negociar. Os servidores não confiam em Jabes. 
Segundo Enilda Mendonça, presidente da Associação dos Professores de Ilhéus, fechado o acordo, as categorias se comprometem a retomar o trabalho imediatamente e a continuar discutindo as contas da prefeitura e buscar saídas para a crise gerencial que se encontra o município. “A decisão de acabar a greve está agora com o governo municipal”, conclui a sindicalista.