O comandante do voo 238 da American Airlines, que partiria de Salvador para Miami às 10h18 desta quarta-feira (25/7) foi interrogado pela Polícia Federal por mais de quatro horas. Ele tirou as calças, no Aeroporto de Salvador, irritado por ter soado o alarme ao passar pelo detetor de metal.
A Polícia Federal lavrou um termo circunstanciado de ocorrência por desacato e o tripulante foi liberado, mas terá que comparecer a audiências a serem marcadas pela Justiça Federal, por quem será processado.
O voo (Boeing 757-200, um bimotor a jato B752), que havia chegado de Miami às 9h18, foi cancelado para que o piloto fosse interrogado pelo delegado Rodrigo Duarte Guimarães.
Passageiros que tinham efetuado compras nas lojas “Duty-Free” do aeroporto tiveram que devolver os produtos. A American Airlines está realocando os passageiros para voos de outras companhias, a partir de São Paulo.