TELEXFREEO acesso ao escritório virtual do site da empresa TelexFREE está bloqueado desde segunda-feira, impedindo que associados possam conferir seus ganhos. Um comunicado sobre o assunto foi publicado na página da companhia em uma rede social. De acordo com o advogado Horst Fuchs, a medida teve de ser tomada depois que hackers tentaram invadir o sistema. A empresa diz que não há prazo para a situação ser normalizada.
Uma força-tarefa formada por promotores e procuradores do Ministério Público Federal (MPF) e de Ministérios Públicos Estaduais de todo o Brasil está investigando a TelexFREE por suspeita de pirâmide financeira, e desde o final de junho estão proibidos os pagamentos de comissões, bonificações e quaisquer vantagens da companhia aos divulgadores, além de novas adesões à rede, conforme decisão judicial. O descumprimento a qualquer das determinações pode gerar o pagamento de multa de R$100 mil por cada novo cadastramento ou recadastramento e por cada pagamento indevido.
O advogado da empresa explicou que o bloqueio do escritório virtual não tem ligação com decisão judicial. “Essa parte do portal continua bloqueada enquanto algumas medidas são tomadas pelos departamento de segurança e tecnologia de empresa. Hackers estavam tentando invadir o sistema e até que não esteja seguro, vamos manter como está, mas garantimos que os ganhos dos divulgadores continuam congelados”, informou.