ESPETÁCULO (2)
O Teatro Popular de Ilhéus declara seu apoio aos milhares de brasileiros que pararam suas atividades e estão nas ruas em protesto ao tratamento dado pelo poder público. Para isso, a sessão desta quinta-feira (11) do espetáculo 1789 concederá o direito à meia-entrada a todo o público, que pagará apenas R$ 10. A apresentação começa às 20 horas, na Tenda do TPI, na Avenida Soares Lopes.
A montagem 1789 tem muito em comum com a série de manifestações desta quinta-feira. Assim como a comunidade, que grita em protesto aos descasos sofridos, os protagonistas da peça mostram sua força diante ao tratamento abusivo e buscam justiça. O espetáculo compara o histórico levante dos escravos do Engenho de Santana, ocorrido entre 1789 e 1791, ao dilema dos operários de uma fábrica de processamento de cacau, em 2089.
O texto e a direção geral de 1789 é de Romualdo Lisboa, trilha sonora e direção musical de Elielton Cabeça, coreografia de Zebrinha e maquiagem de Guto Pacheco. A produção é assinada por Pawlo Cidade, através da Associação Comunidade Tia Marita. O espetáculo segue em cartaz até o dia 27 deste mês, com sessões de quarta a sábado.