WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Neste site
junho 2013
D S T Q Q S S
« maio   jul »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  



ILHÉUS: JUSTIÇA OBRIGA PAI DE SANTO A VARRER RUA E PROÍBE TRABALHOS EM TERREIRO

Fabrício Leal Nascimento.

Fabrício Leal Nascimento.

É certo uma pessoa ter que prestar esclarecimentos na justiça só por causa da sua religião?
Faz sentido, em um país onde a liberdade de religião é direito constitucional, a pessoa, só porque é adepta do candomblé, ser condenada a prestar serviços públicos? Ou, para sermos mais exatos: Ser obrigado a varrer as ruas só porque cultua a religião dos seus ancestrais africanos.
Apesar de ser extremamente absurda essas suposições, ela se sucedeu aqui mesmo em Ilhéus.
Em contato com a nossa redação, um adepto do candomblé denunciou que passou pela humilhação de ter que se explicar na justiça apenas pelo fato de praticar a sua crença e o seu vizinho entender que ele estava perturbando a ordem pública.
“Desde quando acender velas para os nossos orixás, incensar o interior de nossas casas e cantarmos os nossos louvores é perturbar a ordem pública? Se nós temos nossos instrumentos como adjás e atabaques, os evangélicos também têm os seus, a exemplo de microfone e bateria”, afirmou.
O Ilhéus 24h repudia qualquer ato discriminatório contra qualquer espécie de religião e repudia a infeliz proposta conciliatória do promotor público.
Como se não bastasse o preconceito existente, o candomblecista ainda é humilhado e condenado a varrer rua forçosamente.
Um absurdo.
Para não restar dúvidas da perseguição sofrida pelo pai de santo, clique no “leia mais” e leia a decisão da justiça.


51 respostas para “ILHÉUS: JUSTIÇA OBRIGA PAI DE SANTO A VARRER RUA E PROÍBE TRABALHOS EM TERREIRO”

  • Rafael says:

    Provavelmente o cara foi condenado n pode ser do candomblé e sim por fazer muito barulho, nunca vi ninguém ser condenado por ter uma religião…Tem um terreiro perto de minha casa q quando tem festa ninguém dorme de noite, o fato de cultuar é uma coisa, incomodar as pessoas é outro…
    essas noticias desse blog estão cada dia melhores…

    • joselito says:

      Respondendo a Rafael. leia um pouco mais,leia um pouco mais. As pessoas são condenadas sim por ter ou não uma religião. O Pai de Santo foi condenado sim por de uma religião diferente. Estude mais amigo.

      • Bruno says:

        Eu moro na rua em que ele tem o terreiro que por sinal é uma casa de esquina em um caminho da urbis e incomoda vários vizinhos..

        Varias vezes voltando do trabalho quando entro em minha rua, me deparo com restos de galinha e sangue esparramado bem no inicio do caminho.

        O problema não é ser Pai de Santo, o problema é o local…
        Deve-se procurar outro lugar com condições mais apropriadas.

        • Marcos says:

          Respondendo ao Bruno

          Bruno o meu nome é Marcos, e também passo todos os dias no horário do colegio e do meu trabalho, pela porta desse pai de santo, e nunca me deparei com sangue de galinha, nem com este barulho estrondante que você diz ouvi.
          Agora vocês podem ate dizer que o pai de santo, sacrifica gente!
          Você tem como provar? Porque na porta de qualquer um pode ter pena de galinha e resto de galinhas, é só agente tratar e o sacana do cachorro vim e derrubar tudo, na minha porta mesmo já encontrei. você quer dizer que minha mãe também é macumbeira, você disse que tem local apropriado para ter terreiro de candomblé.
          Porque você não doa esse local que achas adequado para o pai de santo, e acaba logo com esta história.

      • vinicius says:

        Concordo com vc,Joselito,Rafael é mas um preconceituoso e precisa mas de esclarecimento.isso é intolerância religiosa..

      • Carlos says:

        Se por causa de candomblé o povo fosse preso, então tinha que colocar uma grade em volta de Cachoeira e Nazaré na Bahia porque é o que mais tem por lá. Nunca ouvi falar de ninguém ser preso porque tem uma religião. O motivo deve ter sido mesmo outro.

  • Vergonha judicial,intolerância Religiosa judicial, truculência religiosa judicial,em fim perseguição judicial contra candonblécista em pleno seculo XXI em Ilhéus-Ba será que vamos ter que voltar ao passado retroceder depois de avançarmos brilhantes vitórias na CONSTITUIÇÃO FEDERAL BRASILEIRA de livre ar bito de escolha religiosa e de exercer sua religiosidade, me vem uma arbitrariedade judicial contra a um sacerdote religioso candonblécista por conta de alguns vizinhos que se dizem ser Evangélico ou Cristão ou sei lá o que ! oferecer denuncia a promotoria publica e esta punir-los de forma como se não estivermos nossos direito constitucional assegurados. Isso é simplesmente inadmissível ora ! me faça uma garapa de limão balão, tangerina,Taiti e mirim, sem água e sem açúcar para ver se eles sentir o azedo do limão como dizia o nosso velho amigo Repórter Saudoso Osvaldo Tabajara, e se desce na garganta deles de gu ela a baixo, ora me deixe viu ! Até onde isso vai minha gente, vamos tomarmos uma providencia junto a todos os órgãos de direito, vamos chamar-los atenção com passeadas pelas ruas todos de branco com uma tira preta e um boneco com as vedas nas vista representando este Promotor.

  • Fabiane Loureiro says:

    Sou amiga deste Babalorixá desde a infância e asseguro que o mesmo não perturba a ordem pública. Os poucos rituais realizados lá fazem bem menos barulho (não há uso de tambores) do que, por exemplo, a ceia de Natal que fizemos.Quer dizer se fizermos farra (o que acontece com freqüência em outras casas da mesma rua) o vizinho não se incomoda mas se entoarmos um louvor ao orixá ele se sente perturbado? Não faz sentido pra mim!!! Precisamos aprender a respeitar o próximo, apesar de não ser candomblecista apoio totalmente a causa dele!

  • Marinho Rodrigues says:

    Segundo informações o denuciante e Gilmar Assunção evangelico é corretor tem influenci na cidade de Ilhéus é vizinho do terreiro.

    • Lelo says:

      Resumindo, um intolerante.
      Agora vem dizer que não é por causa da religião!
      E o ignóbil do promotor público também deve ser, ou então levou uma graninha do ultimo culto do reclamante para humilhar um adepto do candomblé.
      A constituição garante o livre exercício da fé! Intolerância é crime!

    • alberto says:

      Boa noite
      tinha que ser um protestante para fazer esse tipo de coisa
      tudo os encomodam, diz serem o dono da verdade
      mais no fundo são fanáticos.
      concordo que tem que haver um horário para fazerem os batuques
      mais dai pq não conversar,
      não contra religião alguma até mesmo pq tenho minha fé
      mas próximo onde moro tem uma igreja evangélica que muito me encomoda
      gritam muito usam estrumentos como pandeiro , bateria entre outros
      e vão até tarde da noite muitas das vezes não consigo dormir

  • CRISTINE says:

    Engraçado quantas farras acontece em casas de vizinhos..com churrasco,bebidas,palavroes de baixo calão,racha,na frente do portao de nossa casa,isso ninguem leva pra justiça né? mas um cidadão que esta cumprindo a sua missão de ajudar o proximo e fazer a caridade para o bem.isso é levado a tribunais,que país é esse gente????? Que nao temos liberdade de expressar nossa fé??? e nem o direito de exercer-la em nossa propria casa a nossa fé???? Sou Umbandista e conheço todos os rituais de Umbanda e Candomblé e sei que é feito com muita doutrina e respeito dentro do asé.Vamos atras de quem realmente merece ser punido..qts bandidos soltos por ai..e a lei nao pune???? isso é uma vergonha nesse País..Sou brasileira mas tenho vergonha de dizer que sou! (chocada)

  • Sara Teles says:

    Conheço esse processo e o descrito diverge absurdamente do que consta nos autos, que tratam apenas do Decreto Lei nº 3.688 de 03 de Outubro de 1941:

    “Art. 42. Perturbar alguem o trabalho ou o sossego alheios:

    III – abusando de instrumentos sonoros ou sinais acústicos;”

    Saliento que há em tramitação dezenas de processos atinentes a essa contravenção penal, nos quais figuram como autor(es) do fato pastores, músicos, vendedores, pai de santo, manicure, servidor público etc… Ou seja, não se trata de perseguição religiosa, pois qualquer pessoa, independentemente de credo religioso, que produza som de forma a perturbar outrem poderá responder por essa contravenção. Não importa se o som é produzido através de atabaques, som de carro, banda de igreja, home theater etc. …

    Escrevo apenas para acalmar os leitores, comentaristas e redatores desta matéria, no que concerne à liberdade de culto, de religião etc e atuação do Juizado Criminal. Em tempo, saliento que os processos são públicos, exceto os que estiverem em segredo de justiça, de forma que qualquer cidadão(ã) poderá, inclusive, consultá-lo no site do TJBA, no link Projudi (consulta pública). Para melhores informações acerca do Art. 42 e outras infrações penais de competência do Juizado Criminal, favor escrever para jecrimilheus@tj.ba.gov.br.

    • joselito says:

      Sara Teles, isso é o que esta no Processo, mas na verdade a questão é religiosa sim, as pessoas são preconceituosa contra os Terreiros de Candomblé. É só isso.

    • carlos says:

      Concordo com a Sara Teles.
      poluição sonora é crime!!!!
      Poluição sonora é crime ambiental!!!!

      Tenho um vizinho que consegue fácil fácil colocar dentro da minha casa 85db de peso de som.
      Isso antes de ser caso de justiça ,é caso de polícia!
      Aqui eu resolvo com ajuda da CIPPA e secretaria de meio ambiente.
      Todos temos direito de ter sossêgo.
      Qto a fazer despachos em via pública,é da alçada da vigilância sanitária!!!

  • rita santos says:

    tenho vergonha da justiça, onde estar os nosso direitos???? Porque não faz a mesma coisa com os crentes?? vejo muitas igrejas cristãs fazendo a maior barulho, gente gritando. Porque não fazem protestos para acabar com a violência??? Cada um de nós temos o direto de escolher qual religião seguir. Deveria ter vergonha uma pessoa dessa fazer um tipo de denuncia dessa. Em vez de se preocupar com a própria vida , fica ai dando de bom fiel. Vergonha isso!!!!!!

  • Barbara Braga says:

    Se a questão é sonora. Qual a relação com a proibição de sacrifícios de animais. Ou a questão é realmente outra?

  • Este é um ato inconstitucional, punir qualquer cidadão pelo que este acredita, e os atos religiosos, bem como um caso deste jamais pode ser tratado numa vara criminal, o julgado deve abrir um processo contra a comarca, que viola totalmente o direito civil constitucional e as leis que garantem o Estado Laico.

    Com o crescimento da diversidade religiosa no Brasil é verificado um crescimento da intolerância religiosa, tendo sido criado até mesmo o Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa (21 de janeiro) por meio da Lei nº 11.635, de 27 de dezembro de 2007, sancionada pelo presidente Luis Inácio Lula da Silva, o que foi um reconhecimento do próprio Estado da existência do problema.1 2 3
    A Constituição prevê a liberdade de religião e a Igreja e o Estado estão oficialmente separados, sendo o Brasil um Estado laico.4 A legislação brasileira proíbe qualquer tipo de intolerância religiosa, sendo a prática religiosa geralmente livre no país. Segundo o “Relatório Internacional de Liberdade Religiosa de 2005”, elaborado pelo Departamento de Estado dos Estados Unidos, a “relação geralmente amigável entre religiões contribui para a liberdade religiosa” no Brasil.

    Segue um trecho da lei:
    O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

    Art. 1º Os arts. 1º e 20 da Lei nº 7.716, de 5 de janeiro de 1989, passam a vigorar com a seguinte redação:

    “Art. 1º Serão punidos, na forma desta Lei, os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional.”

    “Art. 20. Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional.

  • Abiola says:

    Alguém sabe o telefone do Babalorixá, quero ajudar. É hora de fazer justiça. Vamos fazer valer nossos direitos.

  • Jana says:

    Sou Candomblecista.
    Posso falar sobre o assunto com grande propriedade.
    Nasci no Candomblé,tenho 33 anos.
    Sou no Candomblé,uma Ekedji.

    O Candomblé de hoje em dia,de fato está deturpado.
    Existem muitos Zeladores(vulgo: pai e mães de santos),que de fato,passam dos limites.
    Assim como também não suporto o barulho,gritaria das igrejas evangélicas,existem muitas casas de Candomblés que ultrapassam os limites,
    não respeitando os demais vizinhos.
    Tocam suas festas incessantes quase que todos os dias,às altas horas da madrugada à fora…
    Isso têm que ser respeitado sim.
    Existem muitos que não trabalham,mas nas casas de Candomblés,onde os zeladores Têm uma ocupação profissional,e não vivem de religião,geralmente isso não acontece. Eles cultuam seus Orixás,com moderação,obedecendo às regras da lei,respeitando o sono dos vizinhos,que na maioria das vezes,acordam às 4,5 da manhã,para irem pros seus respectivos trabalhos,ganharem seu pão de cada dia,e precisam de uma noite de sono de qualidade.
    Mas os zeladores que só vivem de religião,não têm outra ocupação a não ser essa,geralmente não respeitam essa condição. E assim,encontram também mais desocupados como eles,para aderirem às suas barulhentas festas descabidas que muitas vezes,ocorrem durante a semana.

    Não acho correto mesmo,colocarem despachos e trabalhos,como galinhas e outros mais,nas vias públicas ou nas portas de outrem.
    Tem que haver um respeito e se isso não funciona…Deve-se aplicar mesmo a referida punição. Varrer a rua,foi a melhor coisa que o aconteceu,para que assim,ele tenha mais maturidade,para entender na íntegra o que significa o Orixá. Que estes,por sua vez,se estivessem concordando com tais ações…certamente esse Zelador,não estaria sendo punido!!! E que sirva de lição para outro(a)s!!!

    • Ana paula says:

      Querida Jana,
      Como resposta as coisas que você disse a esse pai de santo: qual o conhecimento de causa que você tem do caso? Por acaso você é vizinha ou mora nas redondezas? Como você sabe que este, tratado no assunto, é um pai de santo desocupado? Você convive dentro da casa dele? Ou tem algum parentesco? Porque eu mesma não tenho conhecimento de causa pois não sou vizinha, não tenho nenhum parentesco e o que chegou ao meu conhecimento, por pessoas que conhecem esse pai de santo, é que ele é uma pessoa de índole e muito respeitoso. Você o está julgando sendo uma EKEDJI? Que poder foi conferido a você para julgar este ou qualquer outro religioso? Dar uma opinião, Sim é valido, agora dar uma afirmação é algo além. Você tem provas? É bom que reveja seus conceitos, pois eu mesma, não afirmo que ele esteja correto ou errado. E a casa que você frequenta tem isolamento acústico? Nos passe o endereço para que as autoridades possam conferir, pois eu achava que essa causa era de todos os religiosos e você vem de contra.
      E eu que nem sou do candomble, nem espirita nem evangélica, não estou julgando, pelo contrário, acho que os direitos devem iguais.

    • ronaldo says:

      E o que voce me diz dos padres ,patores ,bispos que tem da sua crenca uma profissao q da mesma recebem salarios .
      acho q vc e muito limitada .nasci ai mesmo em Ilheus mas gracas a deus tive a oportunidade e sorte de viver num pais onde as leis realmente funcionao .vivo em londres p 10 anos e nesses 10 anos vi e aprendi muita coisa ,conheci muitos paises e c eles culturas q vc nem acreditaria se te contasse.so p te dizer mesmo q nao tivesse viajado tanto ,so bastaria p os meus pes fora de casa e me deparo c um mundo pq aqui estao todas as religioes e racas !gente de todo o jeito se vc me entende .e toda manifestacao de cultura e aceita e respeitada pq existe uma lei .talvez vc nao saiba ou nao entenda mesmo do que vc esta falando sobre este ispecifico assunto !mais tenho certeza de q vc nao sabe sobre CULTURA .uma dica q deixo p vc pq sou muito bonzinho e educado .nao fala asneira .se informa e nao generaliza nao p favor .muito obrigado e segue meus conselhos p nao ficar feia na fita .

      • Jana says:

        Caro,Ronaldo:

        Viaja tanto,tem tanto conhecimento de mundo,tanta cultura…
        Mas não sabe escrever!!!

        Lastimável!!!

        Sem discussões,calo-me diante de tanta cultura!!!
        Abraços!

    • ronaldo says:

      essa resposta foi p a candomblecista jana.
      obrigado.

    • Nada contra as religiões e seitas,com certeza algumas passam do limite,incomodando o sossego público….e a vizinha que sofre com isso!…acho que tem um limite pra tudo,essa noite mesmo,em frente da minha casa um terreiro de umbanda fico até as 4 da madrugada tocando tambó e gritando….se começasse mais cedo,com certeza não incomodaria a vizinhança…e todos ficariam felizes!

  • mauricio sp says:

    Um absurdo pois sou do candomble sou zelador e nao concordoo com esas atitudes da justica nos e kue temos kue fazer justica sera kue ele nao era registrado se vc estiver lendo nmim avise kue ajudarei vc a conkuistar seus direitos tais como registro de portas abertas

  • mauricio sp says:

    Akui vai meu numero somos irmaos do mesmo jeito e tenho influencia com u delegado da federacao da minha regiao fone 0217582284261

  • Claudio says:

    Isso é uma pouca vergonha esse promotor conserteza Ele é analfabeto, crente ou não sabe as leis desse País, País esse que pouco se emporta pelas leis, que vergonha ainda mais sendo uma cidade que pertence a Bahia, logo aonde Ilhéus onde nasceu a raiz do Tombeici, nação angola , Então Promotor tome vergonha na sua cara e procure ver a constituição Brasileira.

    • Clara says:

      Por que quando alguém é preconceituoso e limitado logo vem alguém ofender os analfabeto? Analfabetismo é falta de oportunidade. O promotor, ao contrário, estudou, passou em concurso disputado e, na nossa opinião, usa mal o seu cargo. Outra história.

  • mauricio sp says:

    Jana esa e pra vc se respeite como uma mulher de encargo grande e valiozo nu candomble procure seu lugar de ekuedje kue vc nao tem direito algum de julgar um babalorixa ou zelador ou curador em fim bata a cabeca e pede perdao a oxala e se poe nu seu lugar de ekuedje e eu mesmo irei ai na sua festa pai de santo cuando tudo resolver sou pai de santo e conheco meus direitos vai estudar mas ekuedje nu terreiro sua crenca e ate onde vc pode palpitar seu pai deve esstar decepsionado com vc se er kue vc e ekuedje mesmo ninguem cala minha voz

    • Jana says:

      Sr. Maurício:

      Expressei minha opinião,com todo o direito que possuo.
      Não vou ratificar nenhuma linha!

      Não preciso provar ao sr. se se sou ou não Ekedji,mas sim aos Orixás,que me escolheram para tal.
      Não lhe conheço e nem sinto vontade,até pq nada acrescentaria em minha vida espiritual e material.
      Quando o senhor me manda “estudar mais sobre minha religião…”
      Peço encarecidamente,que o sr. estude mais a Língua Portuguesa.
      E sinceramente?
      Como eu disse no post acima,concordo que o sr. também faz parte de um rol de desocupados,o que mostra e prova a sua própria escrita,vocabulário.

      O tempo que o senhor,SENHOR DIGNÍSSIMO PAI DE SANTO,(pois nem sei onde santo têm pai,mas…)perde na net a defender mais desocupados como o senhor,”poderia estar estudando”(gerundiando,no bom sentido da ironia,é claro,rsrs…),para aumentar seus conhecimentos de mundo e para seu EMPREGO,se é que o sr. possui algum,a não ser o de PAI DE SANTO.
      Não vou perder meu tempo aqui,pois tenho mais o que fazer na minha vida,de construtivo!

      Minha opinião foi dada!
      Isso vale para os outros que responderam meu post!
      Bye!
      Bando de desocupados!!!

      PS>

      Querida,Ana Paula:

      Como vc mesma escreveu,não posso deixar de postar:
      Vá lavar sua cabeça com pelo menos uma humilde água de poço de Oxumaré,para depois vir aqui ou em qualquer lugar fazer debates sobre Candomblés!!

      Luto e apoio causas justas sim!
      Sou estudante de Serviço Social.
      Amo o Candomblé,mas esse povinho o está destruindo,faz muito tempo mesmo!
      Lastimável!
      Respondi o post sim,não com o poder de uma Ekedji,mas de cidadã.
      A minha opinião é essa e não vai mudar!
      Respeito e muito,todos os zeladores de respeito,que respeitam seus vizinhos,que são adeptos do bom e velho renomado Candomblé(poucos hoje em dia,os bons estão morrendo),mas…

      Se ele foi condenado,com certeza não foi injusto.
      Por pior que nosso País esteja,ele não foi injustiçado.
      E o que declarei no post,repito aqui:

      Se ele está tão correto,como os aqui estão declarando,e são tão pais de santos,como explicam o fato de um pai de santo tão bom como ele,tão justo,ter sido condenado?

      Cadê Xangô? O rei da Justiça?
      Cadê Iansã? E os demais Orixás,que esse pobre rapaz cultua?

      Blah…

      Minha santa vózinha,que Olorun a tenha em bom lugar,nunca foi processada,nunca!!
      Tinha a casa registrada,com permissão para tocar.
      Não,não tinha acústica,mas não tocava todos os dias e noites a fora…
      Tocava sim,durante a noite,e acabava de manhã,assim como VC,querida Ana Paula,e tds as pessoas,fazem festas em suas casas e ligam seus sons,com músicas de seus gostos,que pode ser Funk,(affs…)e como nas boas e sensatas casas de Candomblé e Umbanda,onde a polícia nem justiça alguma interdita,seja na Bahia,no Rio de Janeiro ou no além!!!

      Policiais entraram na casa dela,atrás de um marginal e se desculparam,até pediram abença!!!

      Muito me orgulho!
      Minha vó,respeitava os vizinhos dela,era honesta,limpa,não fingia estar incorporada para extorquir dinheiro alheio,não brincava com a dor alheia.
      Abrigava famintos em sua casa,os alimentava,os tratava com respeito,e assim cultivava os Orixás,a quem se dedicou durante toda sua vida!

      Sem mais!!

      Jana d”Karê.
      A única!!!

      (Salvo os erros de digitação)

  • mauricio sp says:

    Xango e pai de ararauer xango e pai de araraueo

  • Estamos retrocedendo nos tempos , não já basta tantas mortes ,chicotadas ,escravidão , inquisição ,racismo ,extermínio dos jovens negros ,vamos voltar aos tempos dos poderosos coronéis ,da ditadura ,da opressão . por que não processão as igrejas evangélicas que invadem as nossas casas sem pedir licença para entrar ,com aquele barulho infernal com microfones , caixas de som e até bateria ,desrespeitando todos os limites da lei . Essa ação inconstitucional ,racista e tirana mostra com clareza a intolerância religiosa para com o candomblé e fere a constituição quando quer obrigar perversamente um cidadão a abdicar da sua fé e ainda se marginalizar quando sem que tenha a opção preste serviço como pena criminal , pelo crime : Ser de candomblé .
    Sugiro que a justiça quando empossar esse tipo de” representantes da lei “ entregue-o um chicote para eles.
    Táta Ricardo Tavares .

  • sergio cardoso says:

    Meu Deus ! Eu em determinadas alturas , sinto vergonha de ser Brasileiro ; vivo em Portugal, e a nossa própria religião, é mais respeitada,que no próprio Brasil ! Nem mostro essa pouca vergonha a ninguem , até me sinto mal !Esses canalhas , só assim posso identifica-los , hão de pagar pelo que fizeram ! Deus é grande e ninguem é maior que ele! Uma cambada de incompetentes , que não mereciam ter o espaço que teem ! Um Axé para todas as religiões Afro-Brasileiras . De Portugal .

  • sergio cardoso says:

    Podem ter a certeza… esse ordinário , não tenho outro nome a identifica-lo vai receber aquilo que merece ; podem crer , e , ele há de se lembrar por toda a sua vida , aquilo que fez !!!! e não desejo mal a ninguem , nossa religião , é de paz e caridade ; só que não é religião de dinheiro dos outros …

  • Roberto Ruiz says:

    É só os que estão falando um monte de bobagens contra o pai de santo lerem o artigo 5 da Constituição e verão que todo tipo de culto religioso é livre no Brasil. Se fosse uma igreja evangélica gritando pela noite a dentro ninguém falaria nada,pois aqui no Rio as igrejas fazem exorcismo a noite todo, com um barulho infernal. Vamos parar de hipocrisia contra os cultos afro-brasileiros.

  • Geraldo da Silva says:

    Precisamos nos organiza politicamente ter uma bacanda das minorias religiosas ( Kardecistas ,Umbandistas e o povo de Santo ) todo junto na Camera federal mesmo que em partidos destintos .

  • ysabel says:

    no puedo creer que en una repúblicaaa hermana y demócratica dónde todas las libertades son contemladas se pemita este atropello no importa el credo de Fabricio importa su derecho a cultuarlo!!!!!!!!!!!!!!

  • Olha eu acho um absurdo isso que fizeram.Consta o no livro que todo o tipo religioso no Brasil é livre.Então vamos fazer o seguinte , se é pra radicalizar , vamos parar com os barulhos nas igrejas…católicas(sinos) , dos bate palmas e por aí vai !!! Poh vamos parar com tanta grosseria minha lei….!!!!

  • simone says:

    pois é vemos tantos politicos sem vergonha,tantos pastores q exploram a fé dos q sofrem,tantos padres pedófilos,onde anda a justiça pra eles,onde anda o respeito nesse pais,onde uma pessoa não pode cultuar o q acredita,será q a justiça só existe pra alguns?eu mesma posso responder,sim só existe pra minoria do povo e pra quem sai dos padróes ditos normais de um bando de governante se escrupulo,até qdo as coisas vão ser assim?isso é revoltante.ver em um pais q se diz respeitar seus cidadãos,permitir um abuso desses e nada ser feito,mais se aqui é assim pode ter certeza q na espiritualidade não é,pois sei q o famoso inferno ta cheio de politico,pastor e corruptos vcs podem tirar vantagens aqui mais a cobrança de vcs sera justa,fica minha revolta e de tantos q concordam comigo..pena um pais tão lindo ter governantes tão feios de alma tão podre..

  • antonio says:

    bom dia eu queria saber como eu fasor uma denúncia associação de candomblé tem um centro em sepetiba na rua ademar de nóbrega sem n rio de janeiro rj este pai de santo colocar as criança para matar bicho coloca os filho de santo para ser prostituir para dar dinheiro tanto homem ou mulher já estrupo criança ameaça os filho de santo tem medo dele uma vez uma criança chego andando e falando e saiu sem falar sem andar nome do pai de santo e robson eu queria saber como eu fasor um denúncia

  • Isso não é permitido fazer com crianças em nossa religião e nem esses abusos contra menor.No caso seu Antonio vá na policia e no conselho tutelar.Sou de religião e não praticamos esse ato.Por isso que a nossa religião perde a credibilidade , por falsos médiuns(Pais de santo ).Denuncie , não deixe assim esse ladrão solto….Corra atrás e não tm medo! Abçs

  • rita says:

    é a primeira vez q vejo isso

  • marcos says:

    absurdo ….. sem palavra ………..nao poder queimar nenhum incenco pois polui o meio ambiente e o fim da puta…… Faca-me uma garapa.

  • Danilo says:

    Deve ter enchido a rua porcarias igual vejo sempre.

  • Pai Fábio de logum says:

    Sou baiano e moro em são Paulo.ridiculo tudo isso em plena Bahia. Estou totalmente triste com essa situação que ocorreu logo em Ilhéus na Bahia terra que pode-se dizer que o berço dos orixás dos inkices dos voduns totalmente ridículo isso

  • Pai Fábio de logum says:

    Moro a 20 anos em São Paulo e nunca fui abordado nem nem mesmo por policiais nem por Justiça por estar em um Encruzilhada em estrada em uma cachoeira em um cemitério em qualquer outro lugar fazendo meus trabalhos espirituais Aqui as pessoas passam e quando vê a gente executando algum trabalho dispensa por mim a viatura passa e buzina como sinal de respeito.e logo e minha terra acontece um absurdo desse.tamos juntos irmão zap 11:969527416 pai Fábio de login ede.

  • anderson says:

    Inacreditável isso acontecer, será que as pessoas conhecem suas histórias, raízes, ancestralidade…Lamentável” Um POVO QUE NÃO CONHECE SUA HISTÓRIA E CULTURA É COMO UMA ÁRVORE SEM RAÍZ”

Deixe seu comentário

cristina frey

dom eduardo

lm mudancas













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia