maraca
A inauguração do Maracanã para partidas oficiais dividiu opiniões.
Há quem diga que o espírito de estádio democrático, onde as classes sociais por hora caiam por terra e todos se sentiam parte integrante de uma grande massa, foi sepultado. Dando espaço para um estádio europeu demais para os padrões brasileiros de torcida.
Por outro lado, existem os que aprovaram.
Em contato com a nossa Redação, um ilheense presente na partida amistosa de ontem entre Brasil e Inglaterra, aprovou o que viu.
“Só não sei como eles farão em dias de clássicos regionais, já que não há proteções entre os locais onde as torcidas rivais ficarão instaladas”, ressaltou.
Bem, como ninguém é maluco o suficiente, deve haver um plano B.