BOMBASÉ época dos festejos juninos.
Riscou o fósforo, acendeu o pavio e…… nada.
Não, a bomba não falhou. Isso é apenas o que deseja a vereadora soteropolitana Ana Rita Tavares (PV).
Ela apresentou na câmara um projeto de lei que visa proibir os fogos de alto impacto sonoro, permitindo apenas o uso daqueles que privilegiam apenas os efeitos visuais. 
No projeto, a vereadora cita o levantamento do Ministério da Saúde, feito entre 2007 e 2010, que lista mais de mil pessoas internadas, vítimas do uso desses materiais, sendo o maior número registrado na Bahia.