WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Neste site
junho 2013
D S T Q Q S S
« maio   jul »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

:: 1/jun/2013 . 9:59

AEROPORTO DE ILHÉUS GANHA SOBREVIDA

aeroportoCom obras para serem executadas que somam R$ 7 milhões, o aeroporto de Ilhéus vai ganhar “sobrevida” de, pelo menos, dez anos, revela o Jornal Bahia Online.
Ao site, o superintendente do escritório local da Infraero, Itaibes Araújo de Paiva, contou que as obras no Módulo Operacional de Navegação Aérea, uma estrutura física e tecnológica que vai ajudar no controle do espaço aéreo, e a construção de uma nova casa de força já estão em andamento.
As obras devem garantir maior tempo de funcionamento do terminal, colocando ponto final na possibilidade de construção de um novo aeroporto na cidade.
Os investimentos também, garantiu o superintendente ao JBO, afastam os rumores de que empresas aéreas vão migrar suas operações para o terminal de Comandatuba, em Una.
À reportagem, Itaibes fez um balanço do número de passageiros que usam o terminal e afirmou que as empresas pensam em aumentar o número de voos em Ilhéus, mas o aeroporto não oferece condições.
A matéria completa você vê clicando aqui.

COLO-COLO EMPOLGADO

colo-coloO técnico do Colo-Colo, Carlos Goiabão, concedeu entrevista ao programa Alerta Geral, comandado neste sábado por Coutinho Neto, na Santa Cru AM.
Na conversa, Goiabão destacou que as duas semanas sem jogar fizeram muito bem aos atletas, ajudou na preparação física e nos treinos táticos.
O clube de Ilhéus volta a campo amanhã, contra o Itabuna, na casa do adversário. Os lances do jogo você confere aqui no ILHÉUS 24H, a partir das 15h.
Segundo Goiabão, o Colo-Colo tem plenas chances de vencer o Itabuna, que vem mordido pela derrota na última semana para o Jequié.
O Tigre treina neste sábado em dois turnos e parte para Itabuna amanhã ao meio dia.

CASA ONDE VIVEU MARIGHELLA PODE VIRAR MUSEU

A TARDE
Foto: Luciano da Matta/ A Tarde.

Foto: Luciano da Matta/ A Tarde.

Quem passa pela Rua Barão do Desterro, na Baixa dos Sapateiros, não tem ideia de que a casa da esquina, abandonada e com a fachada em ruína, foi  onde o líder comunista Carlos Marighella passou a infância e parte da juventude.
O imóvel  onde o pai de Marighella, o italiano Augusto, criou os sete filhos que teve com a negra Maria Rita e mantinha uma oficina de motores pode ter novo destino: ser transformada em museu.
A ideia é que a antiga casa da família seja integrada ao Memorial da Resistência Carlos Marighella, que vai funcionar em dois imóveis localizados no Pelourinho, cedidos pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (Ipac) da Bahia.
O memorial é um resgate da história do baiano – morto em São Paulo numa emboscada dos órgãos de repressão, sob o comando do delegado Sérgio Fernando Paranhos Fleury, em 1969 – e também daqueles que enfrentaram o golpe militar de 1964.
A instalação da “Casa de Marighella” foi sugerida pelo arquiteto Marcelo Carvalho Ferraz em carta endereçada  ao Ipac,  no mês passado, na qual defende o tombamento do imóvel como patrimônio do Estado da Bahia.
“Humanizar”
O advogado e ex-deputado Carlos Marighella Filho acredita que transformar a casa onde o pai foi criado em um museu vai contribuir para “humanizar” e “aproximar” as pessoas do homem que lutou em defesa da liberdade e da democracia do Brasil.
“A casa tem aquele elemento de emoção, de humanização, de nos tornar próximos daquelas figuras que fizeram história e que admiramos”, entende o advogado.

:: LEIA MAIS »

cristina frey

dom eduardo

lm mudancas













WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia