Buracos ornamentam uma das principais vias do centro ilheense

Buracos ornamentam uma das principais vias do centro ilheense

O título dessa matéria é uma frase que compõe uma música da conceituada banda recifense Mundo Livre S/A, precursora do movimento cultural intitulado Mangue Beat.
Fica subentendido que a citada canção quis dizer que as mazelas que afligem os chamados bairros periféricos, refletem nas zonas centrais dos conglomerados urbanos.
Isso é fato.
Em Ilhéus, quando nos deparamos com algumas imagens do abandono do centro da cidade, automaticamente ficamos a imaginar em que estado se encontram as periferias, distritos e povoados.
Não é necessário imaginar. Basta irmos até lá e constatarmos empiricamente.
Enquanto isso no centro…