Marlíucia.

Marlíucia.

Como prometido pela secretária de educação de Ilhéus, Marlúcia Rocha, o imbróglio da merenda escolar parece ter chegado ao fim.
Segundo a assessoria de comunicação do município, para garantir a manutenção do programa, a prefeitura autorizou o pagamento de R$ 638.286,73 ao Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE).
O valor, que estava sendo exigido pelo Ministério da Educação (MEC) para garantir o repasse da merenda era devido desde novembro de 2012, quando a Justiça do Trabalho bloqueou verbas da prefeitura para pagar salários.
Como explicou a secretária ao ILHÉUS 24H na quarta-feira, 24, (veja aqui), aquela era uma verba com o fim específico do programa de merenda escolar e não deveria ter sido bloqueada, nem usada para pagar salários.
Sem a aplicação adequada, a prefeitura teve que ressarcir o FNDE para poder receber neste ano mais verbas.
Segundo Marlúcia, a prestação de contas ao FNDE será realizada até a próxima terça-feira, 30, e o processo licitatório para a contratação da nova fornecedora da merenda já está em andamento.