Professores realizaram ato na terça (10). Foto: Ascom/Adusc.

Professores realizaram ato na terça (10). Foto: Ascom/Adusc.

Os professores da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) reafirmaram durante a mobilização realizada ontem (terça, 09) a paralisação das atividades na próxima segunda-feira (15).

Os professores não darão aula durante todo o dia. O ato faz parte da mobilização pela campanha salarial 2013 da categoria. Também na segunda-feira, o governo enviará ao sindicato dos docentes a proposta de reajuste.

A Adusc, associação que representa a categoria, afirma que os professores universitários baianos recebem hoje um dos piores salários entre as universidades estaduais no Nordeste.

A campanha reivindica reajuste de 28% no salário base para equiparar os vencimentos aos professores do Ceará, mais bem remunerados da região.

Segundo a Adusc, a última proposta feita pelo Governo sequer menciona esse aumento.

Além disso, cobra do Estado um calendário para incorporação do restante da gratificação por Condições Especiais de Trabalho (CET), conquista da greve passada, exigindo o pagamento ainda em 2013.

Caso não haja entendimento, crescerá o risco de uma nova greve de professores do ensino superior. A última, em 2011, durou mais de dois meses.